Segurança e Risco:

Embora a prática de segurança centrada em informações ainda seja a responsabilidade dominante da maioria dos departamentos de segurança hoje, ela não leva em conta o crescente impacto do uso da tecnologia em outras áreas do negócio, seja pelas organizações, seja pelas cadeias de suprimentos que as atendem. À medida que os requisitos de segurança em TI aumentam de modo a abranger a "edge" da maioria das organizações, as necessidades de cibersegurança também crescem para incluir as necessidades ciberfísicas.

O negócio digital oferece às empresas oportunidades sem precedentes, juntamente com novos riscos. Duas características principais do negócio digital estão desafiando o controle tradicional da TI:

·  À medida que a empresa reivindica uma crescente autonomia na implantação de novas tecnologias digitais, ela reduz a autoridade do departamento de TI.

·  O forte aumento no número de elementos (por exemplo, sistemas, dispositivos, coisas, dados e relacionamentos dinâmicos) expõe problemas de escalabilidade com muitas soluções tradicionais de controle de segurança.

 

Essa realidade desafia o status quo da gestão de segurança e risco das informações. Muitas convenções e tecnologias nas quais as práticas de risco e segurança foram baseadas não podem ser escaladas considerando a nova realidade. 

 

Voltar ao topo

 
As previsões do Gartner para Segurança e Risco:
  • Até 2020, mais de 25% dos ataques identificados nas empresas envolverão a IoT, embora ela represente menos de 10% dos orçamentos de segurança de TI.
  • Até 2020, os programas de segurança da informação financiados por TI sofrerão três vezes mais violações importantes do que os financiados por líderes empresariais.
  • Até 2020, os programas de gestão de habilidades de segurança, que incluem práticas de recrutamento experimental e retenção de talentos, crescerão para 20%, o que representa um aumento de 2% em comparação com 2016.
  • Até 2020, 25% dos departamentos de segurança em TI irão se reestruturar com base na influência de sistemas ciberfísicos e na Internet das Coisas (IoT), o que atualmente não chega a 5%.
  • Até 2020, 60% dos negócios digitais sofrerão grandes falhas de serviço devido à incapacidade das equipes de segurança em TI de gerenciar o risco digital.

 

Voltar ao topo

 
Os principais tópicos a serem tratados no Gartner Symposium/ITxpo 2018 são:
  • Cibersegurança
  • Resiliência Digital
  • Avaliação Contínua de Risco Adaptativo e de Confiança
  • Governança da Segurança da Informação

 

Voltar ao topo

Viva a Experiência Gartner.